Visão geral ACRO

A Ginástica acrobática é uma disciplina que exige caraterísticas de coordenação, flexibilidade, coragem e força, para além de exigências de técnicas de salto. Esta disciplina engloba a dança, ginástica artística e elementos acrobáticos.

Os exercícios são apresentados num praticável de 12x12m com acompanhamento musical e requerem expressão e movimentos do corpo perfeitamente sincronizados com a música. Esta disciplina tem como principal característica a apresentação dos seus intervenientes, em par ou em grupo, requerendo um elevado grau de confiança e cooperação entre si.

Na constituição dos seus pares e grupos existem ginastas de diferentes idades e estaturas, que se designam de bases e volantes. Os bases são geralmente, os elementos mais velhos com uma estatura mais alta, de modo a conseguirem suportar o volante. O volante deverá ter uma estrutura física mais baixa e mais leve de modo a facilitar o trabalho do conjunto.

As categorias em Ginástica acrobática são cinco: pares femininos (uma base e uma volante), pares mistos (um base e uma volante), pares masculinos (um base e um volante), grupos femininos (duas bases e uma volante) e grupos masculinos (três bases e um volante).

Os ginastas podem executar três tipos de exercícios: equilíbrio, dinâmico e combinado.

Nos exercícios de equilíbrio, os ginastas realizam exercícios estáticos que exigem equilíbrio e força. No dinâmico, os movimentos são mais ativos que incluem elementos de lançamentos com voos de ginastas.

O exercício combinado é uma junção das duas anteriores.